Memórias

Sem fé


Ouvi dizer que um dia Deus resolveu cair sobre a terra, os profetas e cristãos estavam olhando para o céu com esperanças. A espera de um corpo que disse se lançar de lá. Nesse dia até o mundo parou e os ateus por mais que não acreditassem e rissem disso, profundamente queriam ver um Deus caindo de tão longe. Miraram-se milhares de olhares, e até quem pecou uns cem anos pediu perdão. Afinal ninguém nunca soube o que o Deus poderia fazer com os pecadores. Demorou... Mais caiu. Sim, ele mesmo. Cheio de duvidas, pensando em quem poderia levar consigo. Sem admiração nenhuma, porque os únicos admirados eram os que estavam presentes a vê-lo. Por deslize os olhos se dispararam do nada a um tipo de monstro que surgiu da terra pouco depois da divindade. Quem mais que não o próprio diabo? Os dois observaram calmamente a multidão, e os olhos nem piscavam. E então pra surpresa de todos eles somem. Antes que alguém pensasse que fenômeno além da física foi aquele, os corpos caíram já mortos no chão. Além disso, também ouvi dizer que os chefões fizeram um acordo, e não haveria apocalipse. Porque esse já havia sido feito pelos humanos. Em suas escolhas de religiões, em sua maldade no coração, em crenças por deuses terceiros, em todos os atos contra a fé, nas guerras, no preconceito e em tudo, fez do mundo bom o próprio apocalipse. Vai que eles só vieram na terra pra dar uma olhada em quem disse que eles não existiam ou para rirem por dentro. E então acaba. Mais no meu ver nunca existiu nada disso. Afinal eu nunca ouvi falar desse bando de morto. Nem de diabo, nem de Deus.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente